Osvaldo Cruz, Terça, 21 de Novembro de 2017

publicado em: 28/01/2010 às 14h21:

Um pouco da história de Osvaldo Cruz

Tamanho da letra A- A+

 
c85bc0e910932ba1cc4d8857dcc0e46d.jpg

Osvaldo Cruz – surgimento da cidade *

Osvaldo Cruz foi fundada em 6 de junho de 1941. Foi neste dia que o padre Gaspar Aguillã Cortez realizou a primeira missa ao ar livre. Naquela data a cidade ainda era chamada de vila Califórnia.

As primeiras ações para a formação de Califórnia ocorreram um pouco antes, em novembro de 1940. Estanislau Pereira, um empreiteiro de Lucélia, reuniu um grupo de 50 homens para a derrubada da mata em uma área de dois alqueires a fim da instalação de um novo acampamento, sob ordem do engenheiro Hans Klotz. Entretanto, oficialmente, o fundador da cidade é o suíço Max Wirth.

Osvaldo Cruz foi fundada dentro de um contexto de exploração fundiária liderada por Max Wirth. As terras que hoje compõem o município pertenciam a duas glebas denominadas Fazenda Guataporanga (com 5.000 alqueires) e Fazenda Monte Alegre (com 13.940 alqueires) localizadas ao norte e ao sul do espigão das bacias hidrográficas dos rios do Peixe e Aguapeí, totalizando 18.940 alqueires (45.456 hectares). Depois as terras foram divididas e deram origem aos municípios de Osvaldo Cruz, Salmourão e Inúbia Paulista.

A ideia de Wirth foi deixar seu país de origem, Suíça, onde era um empresário no segmento têxtil, para tornar-se latifundiário no Brasil. Assim, no final dos anos 1920, Max Wirth vendeu sua indústria na Suíça e comprou 60.000 alqueires (144.000 ha.) no oeste paulista (terras localizadas no Noroeste e Alta Paulista), além de outras glebas no norte do Paraná. Uma vez no Brasil e com o dinheiro obtido na Europa, Wirth tornou-se industrial - um dos maiores acionistas da Leite Vigor e proprietário de uma fábrica de óleo no estado do Paraná, fábricas de amido no sul do Brasil, produtor de café, algodão e cereais e especialmente um latifundiário dedicado à especulação de terras para valorização no território de Osvaldo Cruz.

Em 1940, Max Wirth constituiu a Colonização Alta Paulista para o trabalho da venda de lotes nas glebas Guataporanga e Monte Alegre. Vendedores conseguiram comercializar áreas junto a proprietários rurais das regiões Noroeste, Alta Araraquarense e na própria Alta Paulista. A maioria dos compradores era de origem italiana, portuguesa, espanhola e japonesa, ex-colonos de café e nordestinos.

“Da área total da gleba (45.456 ha.), cerca de 86% foi objeto de loteamento e os 14% restantes foram reservados ao proprietário, pra abertura de suas próprias fazendas. Estas, que atingem cerca de 6.500 ha, estão localizadas no atual município de Inúbia Paulista” (GEGAUF, 1994, p. 20).

Osvaldo Cruz, ainda como vila Califórnia, foi fundada em 6 de junho de 1941. A então vila Califórnia, que possuía as terras mais férteis, atraiu grande número de pessoas.

 

Em 1942, foi elevado a distrito, com sede em Baliza, município de Martinópolis.

 

Em 1944, obteve autonomia político-administrativa, sendo denominado Osvaldo Cruz.

 

Em 1949, chega a Osvaldo Cruz o primeiro trem de passageiros, da Companhia Paulista de Estrada de Ferro e, com ele, mais desenvolvimento para o município.

 

Em 1956, a cidade de Osvaldo Cruz é classificada como uma das dez cidades de maior progresso do Brasil.

*Fontes: ALVARENGA, José, Vidas e Caminhos/José Alvarenga, Osvaldo Cruz: O Autor, 1988)

GEGAUF, Stefanie Wirth, Osvaldo Cruz: achegas históricas, Gegauf, Stefanie Wirth, José Alvarenga, Osvaldo Cruz, Osvaldo Cruz, 1994)

 
 
 
 

Prefeitura de Osvaldo Cruz

Praça Hermínio Elorza, nº448, CEP: 17700-000 - Telefone: (18) 3528-9500

Todos os direitos reservados