Osvaldo Cruz, Domingo, 30 de Abril de 2017

publicado em: 09/12/2009 às 14h32:

Hino de Osvaldo Cruz

Tamanho da letra A- A+

 

 

"Em 1966, Osvaldo Cruz completou o Jubileu de Prata de sua fundação. Na oportunidade foi lançado o 'Hino de Osvaldo Cruz', com letra e música do maestro prudentino, César Cava".
 
Abaixo, a Lei Municipal que instituiu o 'Hino de Osvaldo Cruz':
 
 
LEI Nº 1.870, de 25 de novembro de 1993
 
Artigo 1º - Fica instituído oficialmente o HINO DE OSVALDO CRUZ, cujo poema e música é da verve e lavra do consagrado poeta e compositor César Cava.
 
Artigo 2º - O Hino Comemorativo do 25º aniversário ou cinco lustros de fundação do município de Osvaldo Cruz, elaborado por determinação da municipalidade para aquele evento, serviu de supedâneo para a elaboração do texto oficial e permanente do Hino de Osvaldo Cruz, que narra em versos a história desta cidade e município, desde os seus primórdios.
 
Artigo 3º - Fazem parte desta Lei, o Anexo I, que traz o texto do Hino Comemorativo e o Anexo II, já alterado para constituir o Hino de Osvaldo Cruz, com a respectiva partitura musical, com introdução de autoria do maestro tenente PM Alberto Giampietro.
 
Artigo 4º - O Departamento de Cultura do Município encarregar-se-á das providências de divulgação junto à rede escolar, órgãos de rádio-difusão e instituições civis, militares e eclesiásticas, aqui sediadas.
 
Artigo 5º – O Hino de Osvaldo Cruz poderá ser executado em coral, em coletividade ou individualmente, como também declamado, cantado, orquestrado ou musicado e fará parte integrante, juntamente com o brasão e a bandeira, dos símbolos oficiais do Município de Osvaldo Cruz.
 
Artigo 6º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
 
Osvaldo Cruz, 25 de novembro de 1993
 
AGOSTINHO SILVIO CALIMAN
Prefeito Municipal
 
SERGIO APARECIDO PIGOZZI
Diretor de Secretaria
 
 
Abaixo, a letra do Hino:
 
 
Hino de Osvaldo Cruz
 
(Letra e Música de César Cava)
 
De brava gente estrangeira
Com alma brasileira
Surgiu este rincão.
Da mata agreste fechada
Nasceu como alvorada
Nossa Califórnia de então.
 
A vilazinha modesta
Cresceu e agora é esta
Cidade esplendor.
Que acolhe feliz, prazenteira,
A gente forasteira com palmas e amor.
 
(Estribilho)
Osvaldo Cruz,
Da Paulista és
A Princesinha, da cabeça aos pés.
Seguimos nós
A inscrição do teu brasão:
"Nunca esmorecer, para não desmerecer".
 
Os cafezais te rodeiam,
Em filas serpenteiam,
Querida Osvaldo Cruz,
Mostrando pujança tão novo,
História deste povo
Que a destino certo conduz.
 
Todos seus anos passados
São sempre festejados
Com grande apogeu
E tua gente se ufana,
Feliz se engalana
Com as bênçãos de Deus.
 
(Estribilho)
 

 

 
 
 
 

Prefeitura de Osvaldo Cruz

Praça Hermínio Elorza, nº448, CEP: 17700-000 - Telefone: (18) 3528-9500

Todos os direitos reservados