Osvaldo Cruz, Terça, 17 de Setembro de 2019

Sua Opinião?

Qual o maior desafio da nova administração?

publicado em: 13/12/2012 às 13h04:

Gestão Pública autoriza Acessa SP no bairro Lagoa Azul

Internet gratuita estará à disposição de moradores do bairro e propriedades rurais próximas

Daniel Torres (MTb.: 51.540/SP) - Assessoria de Imprensa

Tamanho da letra A- A+

 
ec23232b114cf0668ab57b89c8e3247d.jpg

Em viagem à capital paulista na semana passada, o prefeito Valter Luiz Martins visitou o secretário de Estado de Gestão Pública, Davi Zaia, e solicitou dois novos programas da pasta ao município.

Um deles é para a implantação do programa Acessa São Paulo na Escola Municipal Ambiental “João Manso Gorjon”, no bairro rural Lagoa Azul.

“Funciona no mesmo sistema do Acessa São Paulo implantado na nossa biblioteca [pública municipal]. Vários computadores de última geração, sistema rápido de acesso à internet e a vários programas, disponíveis aos alunos da escola ambiental e aos moradores do bairro Lagoa Azul”, comentou o prefeito ao mencionar que o sinal da internet sem fio deve alcançar todas as residências do bairro e propriedades rurais próximas. A implantação do programa foi autorizada pela Secretaria e deve entrar em funcionamento nos próximos meses.

A segunda solicitação do prefeito ao secretário Zaia é em relação à implantação do projeto Acessinha São Paulo no município. “Este é um programa voltado especificamente para as crianças em projetos sociais e escolas com informações sobre livros infantis, pesquisas escolares na web, jogos, enfim, tudo para a criança ter interesse em aprender a manusear o computador e adquirir conhecimento”, afirmou Valtinho ao informar que o projeto ainda não tem data para ser implantado na cidade.

Iamspe

Ainda em São Paulo, o prefeito entregou os documentos necessários para a assinatura de convênio junto ao Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) para atendimento na Santa Casa local.

“De posse dos documentos necessários, deveremos assinar o convênio com o Iamspe para voltar a atender na Santa Casa todos os funcionários públicos estaduais que contribuem com o plano até o final do mês ou no início de janeiro”, ponderou.

Centro de Saúde

Outro assunto tratado na capital foi quanto à cessão de uso do terreno onde está localizado o Centro de Saúde de Osvaldo Cruz.

Parte do local pertencia à Secretaria de Estado da Fazenda e a outra parte ao antigo Instituto de Pagamentos Especiais de São Paulo (Ipesp), assumido pela Secretaria de Estado de Planejamento.

Para conseguir recursos federais para concluir as obras de ampliação do Centro de Saúde, o município precisa ter escritura do terreno em nome da Prefeitura com matrícula ou, neste caso, uma cessão de uso de no mínimo 20 anos. Da parte que pertence à Secretaria da Fazenda o município já conseguiu a cessão pelo tempo exigido pela União.

“Já temos R$ 200 mil autorizados [pelo Governo Federal] para concluir as segunda e terceira fases da obra, inclusive liberados pela Caixa Econômica Federal, porém, faltando apenas a ordem de serviço, que depende da cessão de uso da parte da Secretaria de Estado do Planejamento”, explicou Valtinho, que diz ter o aval do governador Geraldo Alckmin para a cessão de uso do terreno.

Crédito da foto: Assessoria de Imprensa
  • Nenhum registro encontrado
Dê sua opinião!

 

 

 
Carregando
 
 
 
 
 

Prefeitura de Osvaldo Cruz

Praça Hermínio Elorza, nº448, CEP: 17700-000 - Telefone: (18) 3528-9500

Todos os direitos reservados