Osvaldo Cruz, Segunda, 22 de Julho de 2019

Sua Opinião?

Qual o maior desafio da nova administração?

publicado em: 20/01/2011 às 13h46:

OC arrecada donativos para flagelados do RJ

Campanha liderada pela Polícia Militar recolhe alimentos, remédios, água, roupas e calçados

Luiz Arana (Jornal Destaque)

Tamanho da letra A- A+

 
36431a0d3357e2311bbabee44e14b597.jpg

A Polícia Militar de Osvaldo Cruz começou nesta semana a campanha de arrecadação de donativos para as vítimas dos desastres causados pelas fortes chuvas em cidades da região serrana do estado do Rio de Janeiro. Vários postos de arrecadação foram espalhados pela cidade.
 
O transbordamento de rios e os deslizamentos de encostas das últimas semanas, principalmente nas cidades de Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis e São José do Vale do Rio Preto fizeram mais de 700 mortos. Outras 207 pessoas ainda estão desaparecidas e o número de desabrigados é de 6.050, segundo dados atualizados nesta quarta-feira, 19.
 
O estado ainda conta com cerca de 7.780 desalojados, ou seja, pessoas que estão em casas de parentes e amigos. E há ainda aquelas que permanecem em suas casas mas que, devido ao isolamento causado pelo caos dos desastres, não possuem alimento ou água potável. São para essas pessoas que os donativos serão entregues.
 
As doações podem ser entregues no Batalhão da Polícia Militar, no Posto de Bombeiros, Delegacia da Polícia Civil, Delegacia da Mulher, CIRETRAN, Penitenciária, Igreja Católica e também nas capelas, nas Igrejas evangélicas ligadas ao Conselho de Pastores (Conpas), ACEOC, Supermercado Bandeiras, escola Cenaic, Academia Quality e Igreja Assembleia de Deus – Ministério Belém.
 
O que doar
 
Podem ser doados: roupas, calçados, lençóis, cobertores, colchões, colchonetes, material de limpeza, material de higiene pessoal, água potável, remédios e alimentos não perecíveis. Para quem doar alimentos, os policiais pedem que se dê preferência aos prontos para o consumo, como os enlatados.
 
A PM também facilita as doações para quem não pode levar seu donativo até os pontos de coleta. “Pessoas idosas ou com deficiência podem ligar para a base da polícia de Osvaldo Cruz, no telefone (18) 3528-1361, que agendaremos data e horário para buscarmos as doações”, orientou o capitão PM Nivaldo Terra.
 
Prazo
 
A campanha ainda não tem prazo estipulado para acabar, mas os oficiais pedem que as doações sejam entregues com urgência. “Aquelas pessoas precisam desses produtos, por isso pedimos que fossem doados o mais rápido possível. Porque quem tem fome e está desabrigado tem pressa. A distância do transporte também conta e isso leva tempo. Temos no máximo uma semana para fazer esses preparativos”, comentou Terra.
 

O capitão também alerta para moradores não caírem em golpes de oportunistas. “Se alguém aparecer nas residências, se dizendo voluntário para a coleta, não acredite. A PM não está fazendo nenhum trabalho de coleta nas casas”, finalizou.

Crédito da foto: Paulo Rezende / FAB (disponível no G1)

  • Nenhum registro encontrado
Dê sua opinião!

 

 

 
Carregando
 
 
 
 
 

Prefeitura de Osvaldo Cruz

Praça Hermínio Elorza, nº448, CEP: 17700-000 - Telefone: (18) 3528-9500

Todos os direitos reservados