Osvaldo Cruz, Sábado, 19 de Janeiro de 2019

Sua Opinião?

Qual o maior desafio da nova administração?

publicado em: 27/09/2011 às 20h28:

Prefeitura anuncia conclusão das 102 casas

Local passará por mutirão de limpeza por dez dias e estará à disposição da CDHU para entrega

Daniel Torres (MTb.: 51.540/SP) - Assessoria de Imprensa

Tamanho da letra A- A+

 
bcea5a1874a985cb077ad3d525b46cc1.jpg

Após uma espera de quase seis anos, foram concluídas nesta quinta-feira, 22, as obras de construção de 101 unidades habitacionais do Conjunto Habitacional “José Valter Seviero” (Osvaldo Cruz H), na saída para Sagres.
 
Segundo informações da Prefeitura, a construção dos últimos muros de arrimo foi terminada na tarde da quinta-feira, concluindo o cronograma estabelecido pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) para a entrega das casas populares.
 
“Parece que é um peso que a gente tira das costas porque, realmente, essas famílias estão sofrendo por uma construção iniciada em 2005, com previsão de entrega para dezembro de 2007 e somente agora, praticamente no final de 2011, é que conseguimos resolver isso”, desabafa o prefeito Valter Luiz Martins.
 
Pelos próximos dez dias o local deverá passar por um mutirão de limpeza para que esteja à disposição da CDHU, que marcará a data definitiva de entrega. “Temos várias casas que precisam ser repintadas e ter o paisagismo refeito, mas isso é rápido”, tranquiliza Valtinho.
 
“E preparem a mudança porque, a partir do dia 1º de outubro, [as casas] estarão liberadas para a CDHU e o Governo de São Paulo fazerem a entrega do novo bairro”, afirma o prefeito, ao reiterar que a data de entrega é responsabilidade da CDHU e que há a possibilidade da vinda do governador Geraldo Alckmin e/ou do secretário de Estado da Habitação, Silvio Torres.
 
Atraso
 
O conjunto está com obras atrasadas há mais de dois anos e meio depois que o Ministério Público interveio em função da empreiteira e a administração anterior da cidade terem sido apontadas como responsáveis pelo emprego de itens abaixo dos padrões de qualidade determinados pela licitação da obra. A paralisação se deu em 2007 e a obra só foi retomada em 2009.
 

Houve a necessidade de se fazer um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) por meio da promotoria. “Os materiais foram substituídos por novos, de melhor qualidade. Mas 11 empresas venceram a licitação para material, no início de 2009, sendo uma para cimento, outra para telha, outra para madeira. Enfim, quando tinha cimento não tinha telha, quando tinha telha não tinha madeira, algo muito difícil”, justifica Valtinho.

  • Nenhum registro encontrado
Dê sua opinião!

 

 

 
Carregando
 
 
 
 
 

Prefeitura de Osvaldo Cruz

Praça Hermínio Elorza, nº448, CEP: 17700-000 - Telefone: (18) 3528-9500

Todos os direitos reservados