Osvaldo Cruz, Terça, 22 de Janeiro de 2019

Sua Opinião?

Qual o maior desafio da nova administração?

publicado em: 24/11/2010 às 10h17:

Mutirão de Saúde atende mais de 200 pacientes no fim de semana

Cardiologista e neurologista de São Paulo atenderam uma média de 120 pacientes cada um

Daniel Torres (MTb.: 51.540/SP) - Assessoria de Imprensa

Tamanho da letra A- A+

 
6138c0d96ad530074e2b075fced0cb4f.jpg

A Prefeitura de Osvaldo Cruz contratou no mês passado os serviços de médicos das áreas de cardiologia e neurologia, em parceria com o Hospital Beneficência Portuguesa, de São Paulo, para suprir a demanda local de pacientes nos chamados Mutirões de Saúde.
 
Os mutirões acontecem há pelo menos um ano na cidade e foram ampliados desde outubro, quando foi determinada uma periodicidade para o atendimento.
 
Os médicos vêm da capital a cada 15 dias e realizam o atendimento aos finais de semana mediante a agendamento, sem a necessidade de filas de espera. E o melhor de tudo é que os atendimentos são gratuitos ao paciente, sendo financiados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), do Governo Federal.
 
Neste final de semana, cerca de 120 pessoas foram atendidas em cada uma das áreas médicas oferecidas no mutirão. Os atendimentos começaram na sexta-feira, 19 e se estenderam até esta segunda-feira, 22.
 
Eficiência
 
De acordo com o secretário de Saúde do município, Luiz Sérgio Mazzoni, o balanço dos atendimentos é positivo porque soluciona o problema do paciente, reduz a fila de espera no sistema de Saúde local e desafoga os hospitais da regional de Marília.
 
“Eu vejo que esse sistema permite um tratamento de saúde que tenha começo, meio e fim. Porque se o paciente osvaldocruzense precisar de qualquer exame especializado ou cirurgia, ele é encaminhado para o Hospital Beneficência Portuguesa (em São Paulo), que é referência no Brasil inteiro, pelo SUS”, ressalta.
 
No caso de encaminhamento para hospitais da capital, por exemplo, até mesmo o transporte é custeado pelo SUS, acrescenta o secretário. Ao longo do ano, mais de dez pacientes passaram por cirurgia e tratamento em hospitais de São Paulo.
 
Neste último mutirão, cinco pacientes foram encaminhados para tratamentos especializados no Hospital Beneficência Portuguesa.
 
Prevenção
 
Para os médicos que atendem no mutirão, o objetivo é atender a demanda do município e prevenir agravamento no quadro de saúde dos pacientes e, consequentemente, reduzir os gastos do setor com tratamentos intensivos.
 
“O custo de um paciente infartado hoje, para os cofres do Estado, equivale ao mesmo de cem pacientes atendidos em tratamentos de prevenção. Nós visamos, então, trabalhar na prevenção para que as pessoas possam ter qualidade de vida e viver tranquilamente”, declara o cardiologista Pablo Antunes, que atende os pacientes de Osvaldo Cruz numa parceria entre a prefeitura local, o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Alta Paulista (CISAP) e o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Circuito das Águas (Conisca).
 
Para os pacientes, os mutirões são um diferencial positivo no atendimento local. “Esses mutirões são muito bons. O médico me consultou direitinho, pediu vários exames e disse que eu vou ficar boa. Isso tem de continuar”, comemora Severina Araújo Olegário.
 
O paciente pode agendar consulta no Centro de Saúde durante a semana, na avenida Presidente Kennedy, 686.
 

O próximo Mutirão de Saúde deve ser realizado na primeira quinzena de dezembro, em data ainda a ser confirmada. Mais informações pelos telefones 3528-1475 ou 3528-2230.

  • Nenhum registro encontrado
Dê sua opinião!

 

 

 
Carregando
 
 
 
 
 

Prefeitura de Osvaldo Cruz

Praça Hermínio Elorza, nº448, CEP: 17700-000 - Telefone: (18) 3528-9500

Todos os direitos reservados