Osvaldo Cruz, Terça, 22 de Janeiro de 2019

Sua Opinião?

Qual o maior desafio da nova administração?

publicado em: 05/04/2016 às 15h26:

Osvaldo Cruz segue sem casos de H1N1

Vigilância epidemiológica pede para que população adote hábitos saudáveis para evitar a gripe

Assessoria de Imprensa_colaborou Pedro Afonso (Garp Comunicação Integrada) e G1 Marília

Tamanho da letra A- A+

 
66c23e36da4299eb57d81e8502a039dc.jpg

O departamento de Vigilância Epidemiológica de Osvaldo Cruz confirmou nesta semana que a cidade não tem registros de casos da gripe H1N1, a chamada Gripe Suína. Apesar da estatística zerada da doença, a enfermeira responsável pela vigilância epidemiológica, Tânia Matsura, pede para que a população adote hábitos saudáveis para evitar a gripe.

“As pessoas ficam alarmadas com as notícias, mas os cuidados são os mesmos: evitar lugares fechados com a temperatura mais baixa, além manter hábitos de higiene e alimentação saudável, repouso e lazer”, destacou Tânia.

Os sintomas são:

- dores no corpo;
- febre alta;
- tosse;
- dor de garganta;
- coriza e nariz entupido;
- diarreia;
- e principalmente falta de ar.

Tupã já registra morte pelo H1N1

Este ano o vírus H1N1 chegou mais cedo no Estado de São Paulo e pegou a população despreparada. Na região Centro-Oeste Paulista, Tupã (SP) é a cidade mais afetada.

Já foram 15 notificações de casos de gripe na cidade em 2016. Uma mulher morreu por causa de complicações da gripe, dois casos tiveram resultado negativo e outros 12 ainda aguardam exame.

Só no estado de São Paulo, 260 pessoas foram infectadas pelo vírus e 38 já morreram. A explicação da Secretaria de Saúde são as viagens de brasileiros para outros países frios nas férias.

  • Nenhum registro encontrado
Dê sua opinião!

 

 

 
Carregando
 
 
 
 
 

Prefeitura de Osvaldo Cruz

Praça Hermínio Elorza, nº448, CEP: 17700-000 - Telefone: (18) 3528-9500

Todos os direitos reservados