Osvaldo Cruz, Terça, 23 de Julho de 2019

Sua Opinião?

Qual o maior desafio da nova administração?

publicado em: 19/09/2013 às 00h09:

Prefeitura de Osvaldo Cruz faz mudanças na entrega de medicamentos

Por medida de economia, a partir de agora, PSFs não terão mais remédios para distribuição

Assessoria de Imprensa_Giuliano Panvéchio

Tamanho da letra A- A+

 
O prefeito de Osvaldo Cruz, Edmar Mazucato (PSDB), anunciou nesta terça-feira (17), mudanças na entrega de medicamentos à população, disponíveis na Rede Municipal de Saúde. Por medidas de economia, Mazucato afirmou que a falta de farmacêuticos suficientes para cada um dos postos de Saúde da Família (PSFs) foi crucial para a tomada da decisão. A cidade tem atualmente cinco PSF's e, de acordo com o prefeito, não há condições de se ter um farmacêutico em cada local. Assim, os pacientes são orientados para retirar os medicamentos no Posto Central – na avenida Kennedy. “Nós vamos melhorar o atendimento ao público e pretendemos até ampliar a nossa farmácia. A população não vai ficar sem o medicamento, mas não será mais retirado no PSF e também no SOS como era feito”, explicou Mazucato. As únicas exceções são para os grupos de diabéticos e hipertensos. O prefeito garantiu que serão feitas reuniões mensais em cada unidade e com a presença de um farmacêutico, os pacientes receberão os medicamentos de uso contínuo. “O atendimento para eles [diabéticos e hipertensos] continua no PSF, mas vai ser um trabalho acompanhado por profissionais em um dia no mês com café da manhã e até palestras”, destacou o prefeito. A mudança também vai valer para quem precisa de remédios de alto custo. De acordo com Mazucato, a entrega vai continuar, mas o paciente vai precisar de uma medida judicial ou do processo já existente na rede municipal e que muitos pacientes já faziam uso para recebimento dos medicamentos. “Vamos instruir, junto aos advogados, para que através de uma ação essa pessoa possa receber pelo município ou pelo estado, mas não vão ficar sem atendimento”, explicou Mazucato. O prefeito disse também que os pacientes atendidos deverão passar por um recadastramento para evitar que pessoas de outros municípios usufruam do benefício. A adequação se deu também porque a Prefeitura vinha registrando casos de pacientes de outras cidades, que estavam vindo a Osvaldo Cruz, passavam por médicos na cidade e depois procuravam a farmácia municipal para retirada de medicamentos. "Cada prefeitura deve arcar com as despesas de seus pacientes. Queremos, a seguir, cadastrar (inclusive com foto) os beneficiários da rede municipal de saúde de Osvaldo Cruz. Outro caso registrado é dos pacientes de convênios particulares que depois iam com as receitas retirar os medicamentos na rede pública de saúde. Agora quem quiser retirar os medicamentos deverá passar por um médico da rede pública municipal, caso contrário não será possível a entrega dos remédios", enfatizou Mazucato. Quem tiver dúvidas deve procurar o Centro de Saúde, setor da Farmácia Municipal, para orientações a respeito de como ter acesso aos medicamentos. Informações pelo telefone (18) 3528-1475.
  • Nenhum registro encontrado
Dê sua opinião!

 

 

 
Carregando
 
 
 
 
 

Prefeitura de Osvaldo Cruz

Praça Hermínio Elorza, nº448, CEP: 17700-000 - Telefone: (18) 3528-9500

Todos os direitos reservados