Osvaldo Cruz, Sábado, 19 de Janeiro de 2019

Sua Opinião?

Qual o maior desafio da nova administração?

publicado em: 28/04/2015 às 14h23:

Suspeita de moradores de outros municípios retirarem remédios em OC leva Prefeitura a preparar recadastramento na Farmácia Municipal

Custo com remédios em março foi de 37% a mais em relação a média mensal

Assessoria de Imprensa

Tamanho da letra A- A+

 
26df707672746b87a72f2decc3247ae3.jpg

A Prefeitura de Osvaldo Cruz vai promover o recadastramento de todos os pacientes que precisam de medicamentos na farmácia do Centro de Saúde. A medida ocorre porque o município tem registrado sucessivos aumentos na demanda e depois de denúncias de que pacientes de outras cidades estariam usando endereços de parentes que moram em Osvaldo Cruz para a retirada de medicamentos.

De acordo o prefeito Edmar Mazucato (PSDB), a secretaria de Saúde já entrou em contato com a empresa que faz o sistema de informática da farmácia no sentido de verificar as informações e como o cadastro de pacientes é feito. Na sequência o trabalho é o recadastramento de todo munícipe num prazo de até 40 dias. O início do recadastramento ainda não foi definido.

"Após o cadastramento o paciente que não comparecer não poderá mais retirar os remédios. No recadastramento as pessoas deverão comprovar o endereço, serão fotografadas e o setor de assistência social do município irá acompanhar a veracidade das informações", disse o prefeito Mazucato.

Hoje tem mais gente cadastrada na farmácia do Centro de Saúde do que moradores em Osvaldo Cruz. De acordo com o IBGE, Osvaldo Cruz tem oficialmente 32,3 mil habitantes enquando o cadastro do Centro de Saúde já ultrapassa os 33 mil pacientes.

"Temos informações de que moradores de outros municípios aproveitam a política de entrega gratuita de remédios, usam endereços falsos, geralmente familiares e amigos e retiram medicamentos em Osvaldo Cruz", disse o prefeito Mazucato.

Após o cadastramento,  o munícipe que estiver ajudando nesse tipo de fraude também vai perder o benefício, informou o prefeito.

"Nós temos uma meta de gasto da ordem de R$ 60 mil por mês com a farmácia, mas em março foram gastos R$ 94 mil. Pode ser em decorrência da epidemia de dengue pela cidade, mas o aumento é de 37% no volume de custos", disse o prefeito Mazucato ao apontar que para o ano a Prefeitura tem a previsão de gastar R$ 1,2 milhão com a farmácia municipal.

"Não adianta consumir todos os recursos no começo de ano e depois faltar medicamentos em novembro ou dezembro. Queremos entregar medicamentos com critérios. Por isso as pessoas devem ficar atentas para depois não serem penalizadas", completou Mazucato.

  • Nenhum registro encontrado
Dê sua opinião!

 

 

 
Carregando
 
 
 
 
 

Prefeitura de Osvaldo Cruz

Praça Hermínio Elorza, nº448, CEP: 17700-000 - Telefone: (18) 3528-9500

Todos os direitos reservados