Osvaldo Cruz, Terça, 22 de Janeiro de 2019

Sua Opinião?

Qual o maior desafio da nova administração?

publicado em: 31/07/2014 às 15h25:

Vacina contra hepatite A passa a ser oferecida pelo SUS

Doses são direcionadas às crianças de 12 a 23 meses e já foram distribuídas para postos de saúde de todo o país

Agência Brasil

Tamanho da letra A- A+

 

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, e o secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, anunciaram, nesta terça-feira (29), a introdução da vacina contra hepatite A no Calendário Nacional de Vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS). As doses são direcionadas às crianças de 12 a 23 meses e já foram distribuídas para postos de saúde de todo o País. A meta do Ministério da Saúde é imunizar 95% do público-alvo, cerca de três milhões de crianças.

Com isso, o Brasil passa a oferecer, gratuitamente, 14 vacinas de rotina, garantindo todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS)."Completa-se um ciclo muito importante, pois o país agora tem todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em seu calendário, de forma gratuita", afirmou Chioro.

Até então, as doses só eram oferecidas nos postos particulares. “A introdução da vacina permite tanto que seja uma resposta às ações que já temos no Brasil, quanto introduzir em áreas sem este tratamento”, disse Jarbas Barbosa.

Controle

Os objetivos são prevenir e controlar a hepatite A e, dessa forma, imunizar, gradativamente, toda a população. O esquema vacinal preconizado pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, prevê uma dose única da vacina. Será feito o monitoramento da situação epidemiológica da doença para definir a inclusão ou não de uma segunda dose no calendário da criança.

Para o início da vacinação, estados e municípios já receberam 1,2 milhão de doses. Outros lotes da vacina serão encaminhados, ainda neste ano e no decorrer de 2015, para atender 100% do público-alvo. A data para início da vacinação será definida por cada Estado. O Ministério da Saúde investiu R$ 111 milhões na compra de 5,6 milhões de doses neste ano.

As doses para o início da vacinação já foram enviadas para todas as secretarias estaduais de saúde, assim como os materiais instrucionais para a correta aplicação na população. A vacina contra a hepatite A é segura e praticamente isenta de reações, mas pode provocar vermelhidão e inchaço no local da aplicação.

  • Nenhum registro encontrado
Dê sua opinião!

 

 

 
Carregando
 
 
 
 
 

Prefeitura de Osvaldo Cruz

Praça Hermínio Elorza, nº448, CEP: 17700-000 - Telefone: (18) 3528-9500

Todos os direitos reservados