Osvaldo Cruz, Terça, 22 de Janeiro de 2019

Sua Opinião?

Qual o maior desafio da nova administração?

publicado em: 20/08/2010 às 15h22:

Vigilância suspende campanha de vacinação de cães e gatos

Reações adversas nos animais forçaram a suspensão da campanha em todo o estado. Em OC, um cão morreu

Daniel Torres (MTb.: 51.540/SP) - Assessoria de Imprensa - Colaborou: Rede Bom Dia

Tamanho da letra A- A+

 
3094c3f4c5e1104fb3315df2ec90f4d8.jpg

O serviço de inspeção municipal do departamento de Vigilância Epidemiológica de Osvaldo Cruz suspendeu a campanha de vacinação antirrábica em cães e gatos, seguindo orientações da secretaria de Estado da Saúde a todos os municípios paulistas.
 
A decisão foi tomada porque o número de reações adversas notificadas à Coordenadoria de Controle de Doenças da pasta está acima do observado em anos anteriores, podendo, na avaliação dos técnicos da secretaria, colocar em risco a vida dos animais imunizados.
 
De acordo com informações da Rede Bom Dia, o maior número de eventos adversos notificados é procedente dos municípios de São Paulo e Guarulhos, que têm ampla experiência na realização de campanhas de imunização de cães e gatos.
 
Nessas duas cidades foram registrados sete casos de choque anafilático em animais vacinados, dos quais seis morreram, sendo quatro gatos e dois cães.
 
Osvaldo Cruz
 
Alguns animais que se submeteram à vacinação em Osvaldo Cruz, a maioria de gatos, também apresentaram reações no sábado, 14, segundo informações do médico veterinário do município, Marcelo Cabrini de Campos, e houve o registro da morte de um cão adulto da raça poodle, do Jardim Santa Tereza.
 
“Observamos casos de reações adversas à vacina em torno de dez animais. Eles apresentavam sintomas no sistema neurológico, com tremores, dificuldade locomotora, salivação, mas tratamos desses animais e já estão recuperados. Apenas um morreu”, explicou.
 
A vacinação atingiu aproximadamente 2 mil cães e gatos no município e se aproximava de seu encerramento. No momento, o departamento de Vigilância Epidemiológica aguarda segunda ordem da regional de Tupã para a retomada da campanha.
 
Para o veterinário, as reações podem estar relacionadas à nova composição da vacina utilizada a partir deste ano. “Reações adversas à vacina sempre foram constatadas, mas este ano foram mais intensas. Estamos com um novo medicamento, feito em cultivo celular e isso deve ter ocasionado esses efeitos”, ponderou Campos.
 

Mais informações pelo telefone 3528-9510.

Crédito da Foto: Jornal Voz

Matéria atualizada em 26 de agosto, para acréscimo de informações.

  • Nenhum registro encontrado
Dê sua opinião!

 

 

 
Carregando
 
 
 
 
 

Prefeitura de Osvaldo Cruz

Praça Hermínio Elorza, nº448, CEP: 17700-000 - Telefone: (18) 3528-9500

Todos os direitos reservados